Contador de visitantes online
                       
           
          | Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

FRANCO DA ROCHA NEWS
Desde: 21/12/2011      Publicadas: 89      Atualização: 25/08/2017

Capa |  ESPORTES  |  ISLAMISMO  |  MEIO AMBIENTE  |  mudamos para dominio proprio  |  MUNDO  |  OUTRAS RELIGIÕES  |  PAINEL DO LEITOR  |  POLÍTICA  |  SAUDE  |  SEGURANÇA  |  TERRORISMO GLOBAL  |  TRANSPORTES  |  ULTIMAS NOTICIAS  |  UN GLOBAL COMPACT  |  UN VOLUNTER  |  VATICANO


 MEIO AMBIENTE

  24/11/2015
  0 comentário(s)


NATURA LANÇA PROJETO CARBONO NEUTRO PARA PREVENÇÃO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICA. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL

Conscientes de nossa corresponsabilidade perante o desafio de combater e prevenir as mudanças climáticas, criamos em 2007 o Programa Natura Carbono Neutro para promover uma redução contínua e significativa de nossas emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE)

NATURA LANÇA PROJETO CARBONO NEUTRO PARA PREVENÇÃO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICA. RESPONSABILIDADE AMBIENTAL
FRANCO DA ROCHA NEWS, 24 DE NOVEMBRO DE 2015 - 15H04 - HORARIO DE BRASILIA
NATURA LANÇA PROJETO GLOBAL CONTRA O AQUECIMENTO GLOBAL E PREVENÇÃO CONTRA AS MUDANÇAS CLIMATICAS.
Programa Carbono Neutro
Sobre o Carbono Neutro

Conscientes de nossa corresponsabilidade perante o desafio de combater e prevenir as mudanças climáticas, criamos em 2007 o Programa Natura Carbono Neutro para promover uma redução contínua e significativa de nossas emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE) englobando todas as etapas de nosso processo produtivo, da extração de matéria-prima à destinação das embalagens pós-consumo.
Criamos em 2007 o Edital Natura Carbono Neutro, um chamado público que busca selecionar projetos de compensação de gases de efeito estufa alinhados às nossas crenças e valores, de forma equitativa e transparente.

O Edital também procura: ampliar o relacionamento da Natura com instituições que trabalham com a temática de mudanças climáticas; captar e disseminar projetos com soluções inovadores e que agreguem outros benefícios socioambientais que extrapolem a questão de redução e/ou remoção de GEE da atmosfera.

Assim convidamos todas as instituições que tenham projetos de redução ou remoção de carbono a inscrever suas iniciativas em nosso Edital e seguir junto conosco nessa jornada.

Nesta edição trazemos uma grande novidade. Incluímos uma nova categoria de projeto, denominado de Projetos Especiais, com o intuito de difundir e apoiar o uso de novas tecnologias para redução e/ou remoção de GEE e novas práticas em relação ao mercado de créditos de carbono (regulado/voluntário). Apoiaremos projetos de microescala alinhados com a essência da Natura que apresentem metodologias consistentes para a mensuração da redução e/ou remoção de GEE, passíveis de monitoramento e avaliação por uma terceira parte, em troca da entrega das reduções e/ou remoção de GEE para a Natura.

PILARES
Inventário, o primeiro passo

A primeira medida para a implementação do Programa Natura Carbono Neutro foi a apuração da quantidade de Gases de Efeito Estufa (GEE) emitidos em toda nossa cadeia de negócios. Nosso inventário segue os padrões do GHG Protocol e adotamos a perspectiva de Avaliação do Ciclo de Vida que inclui as emissões geradas desde a extração das matérias-primas até o descarte final das embalagens. Em 2013, nossas emissões totalizaram 313.119 tCO2e (toneladas de CO2 equivalente).

Redução, o segundo passo

Priorizamos a redução das nossas emissões, pois acreditamos que o benefício socioambiental gerado ao reduzi-las é maior e mais relevante para o futuro do planeta do que somente compensá-las.

Esta postura permite avaliar modificações em processos e produtos, identificar tecnologias mais limpas, incentivar a mudança de atitude de colaboradores e consumidores, ou seja, incentivar a inovação de maneira geral. Desde 2007, reduzimos em 33,2% nossas emissões relativas de GEE. Ao longo desses anos focamos em diversas ações que podem ser consultadas abaixo na linha do tempo do Programa Carbono.

Compensação, o terceiro passo

Como uma empresa Carbono Neutro, desde 2007 100% das nossas emissões de GEE que não podem ser evitadas com ações internas de redução são compensadas por meio da compra de reduções de emissões ou remoção de GEE provenientes de projetos de reflorestamento com espécies nativas, eficiência energética, substituição de combustíveis fósseis por fontes renováveis, tratamento de resíduos e REDD+(Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal).

Coerente com o nosso comportamento empresarial, priorizamos projetos de compensação que visam a geração de benefícios ambientais adicionais à redução de emissão ou remoção de GEE, como por exemplo a proteção da biodiversidade e recursos hídricos, além de fomentar a geração de impacto social positivo tal como fortalecimento das estruturas locais de governança, capacitações e incremento de renda.

Para seleção dos projetos, abrimos periodicamente o Edital Natura Carbono Neutro, um chamado público que visa captar projetos alinhados às nossas crenças e valores de forma equitativa e transparente.

O programa é dividido em três pilares. Assista o Video


COM CONTEUDO NATURA SUSTENTABILIDADE
DA REDAÇÃO DO FRANCO DA ROCHA NEWS
EDIÇÃO JORNALISTA JC PEREIRA MTB 67.600 SP


  Mais notícias da seção GERAL no caderno MEIO AMBIENTE
24/11/2015 - GERAL - NATURA: A EMPRESA BRASILEIRA QUE RESPEITA O MEIO AMBIENTE E PRATICA A SUSTENTABILIDADE
À busca de criar valor para a sociedade como um todo, perseguimos reduções significativas de emissões de gases do efeito estufa, imprimimos novos paradigmas na relação com comunidades agroextrativistas e na justa remuneração de seus serviços e dos ativos da biodiversidade. ...
24/11/2015 - GERAL - Brazil dam disaster missing unlikely to be found alive: Governor
"It's a disaster, a tragedy of great dimension ... Hopes of finding survivors is fading," Fernando Pimentel, the governor of the state of Minas Gerais, where the dams burst, told reporters on Sunday, adding, "One lost human life would be irreparable - imagine 28."...
24/11/2015 - GERAL - LIDERANÇA COMUNITARIA ESTA APREENSIVA E REVOLTADA COM A CHEGADA DA LAMA DE MARIANA NO MAR.
A lama não pode ficar estacionada dentro da foz, pois o impacto ambiental será muito maior. É preciso deixar que esse material chegue ao mar, onde vai se dissipar....



Capa |  ESPORTES  |  ISLAMISMO  |  MEIO AMBIENTE  |  mudamos para dominio proprio  |  MUNDO  |  OUTRAS RELIGIÕES  |  PAINEL DO LEITOR  |  POLÍTICA  |  SAUDE  |  SEGURANÇA  |  TERRORISMO GLOBAL  |  TRANSPORTES  |  ULTIMAS NOTICIAS  |  UN GLOBAL COMPACT  |  UN VOLUNTER  |  VATICANO
Busca em

  
89 Notícias